sexta-feira, 16 de março de 2012

VÁ COM DEUS MEU FILHO!

Descobri hoje que mãe é ligada ao filho duas vezes...
A primeira é pelo cordão umbilical e a segunda pelo coração.
Larguei meu emprego pra cuidar do meu filho(não me arrependo disso!) vi ele passar por várias fases e cada uma mais encantadora que a outra. Hoje ele tem 11 anos,nessa semana me pediu pra ensiná-lo a fazer comida...começou fazendo pão caseiro.(ficou ótimo!)
Ontem fez o segundo bolo da vida dele(rsrsrs) o primeiro era aquele de caixinha mas agora foi diferente,ter que medir a quantidade dos ingredientes.
Enquanto batia a massa do bolo,me pediu pra deixar ele ir sozinho pra escola...
Antes ele estudava na rua dos fundos,eram apenas algumas quadras até a escola,mas agora temos que pegar o ônibus e atravessar a cidade.(fui 12 dias com ele e ficava 4 horas esperando até a aula acabar.)
Confesso que na hora quis dizer "não" mas ele tá crescendo e não vou poder prender  na barra da saia.
Passei a madrugada orando,pedindo a direção de Deus.
As 07:03h vi meu filho entrar no ônibus e sair sem minha companhia.(fiquei com os olhos cheios de lágrimas) e quando cheguei em casa não resisti e chorei.
Como havíamos combinado,ao chegar na frente da escola ele me ligou dizendo que tinha chegado bem.(que alívio ouvir sua voz!) ...sempre ensinei pra ele, não mentir,ser responsável e lembrar que Deus está ao seu lado. Vá com Deus! é algo que sempre dizemos um para o outro ao nos despedirmos,mas com certeza hoje eu determinei pra vida dele que o Senhor iria com ele.Só quem é mãe sabe que não é fácil ficarmos distantes deles(mesmo que por algumas horas) pro meu marido é corujisse...não me importo,quero e preciso saber com quem meu filho anda.
Fico furiosa quando ouço alguém falar (quando estão gravidas) que o filho foi um "acidente".
Não consigo aceitar,alguém ficar 9 meses gerando algo tão precioso e depois não se importar com aquela pessoa.(meu filho pra ir na padaria com os colegas da quadra,me avisa) fui criada assim e gosto de ter passado isso pra ele.
Meu marido foi criado diferente.Quando a mãe dele pedia pra ir no mercadinho,ele acabava encontrando algum amigo e esquecia de fazer o que havia sido mandado.Era normal sair e não dizer onde ia nem que horas ia voltar.
Não vejo esse meu cuidado como "prisão" mas, como carinho e zelo por alguém que eu amo.
Enquanto aguardava o retorno dele,fiz várias coisas em casa...12:03h me ligou avisando que já estava  voltando pra casa.(aleluia!) as 12:35h desceu do ônibus e meu coração ficou tranquilo outra vez.
Obrigado Senhor por teres guardado a vida do meu filho!

4 comentários:

  1. Oi Elisa, boa tarde!

    Você me deixou com os olhos cheios de lágrimas.. tenho uma filha com os mesmos 11 anos e confesso ainda não consigo deixá-la fazer certas coisas sozinhas. Quando tudo dá certo o mérito é de todos. Quando algo dá errado a culpa normalmente é da mãe. Faz mais de um ano que ela vai para a escola de perua (nem de ônibus como você já deixou), e no primeiro dia que ela saiu sozinha do apartamento para esperar a perua, já fiquei com o coração apertado, mesmo sabendo que tinha porteiro e que não sairia na rua sem que ele deixasse. Faz pouco tempo que a deixo ir à padaria, mas sempre ficamos com medo...
    Outra coisa muito bonita que escreveu e que eu também digo todos os dias é "Vai com Deus" ( e no meu coração continuo: e volte com Ele) sei o que o mundo está aí com todos os perigos e que eles precisarão aprender a enfrentá-lo mas, corujisse ou não, somos mães e nossos corações não são de aço....

    Parabéns pela coragem!!!!

    Beijos e um lindo fim de semana...
    Lu

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu!
    Eu já perdi meu filho duas vezes...
    A 1ª vez,um primo levou ele na padaria sem me avisar,num bairro cheio de casas iguais...fiquei apavorada.Ele tinha uns 2 aninhos e adorou ganhar balas do primo.
    A 2ª vez ele foi sozinho pra garagem do supermercado,enquanto eu e meu marido corríamos de um lado pra outro nos corredores tentando achá-lo...Foi horrível.
    Hoje ele tá maior mas é muito distraido,por isso tive medo de deixar ir sozinho,mas graças a Deus,tudo correu bem.
    Um dia eles vão bater asas e nós mães vamos continuar com o coração aflito.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Paz seja contigo minha querida ... só mesmo mãe para entender a outra não é mesmo ??
    Realmente os filhos crescem e vão escorrendo de nossas mãos ... só mesmo Deus para cercar e proteger.
    A compreendo perfeitamente.
    Obrigado pelo carinho e pela força que tens me dado.
    Um abraço apertado.

    ResponderExcluir
  4. Paz Elaine!
    A gente tem que confiar e entregar nas mãos de Deus.Sei que não vou poder estar com ele sempre,mas nunca é demais alertar.
    Que o Senhor continue fortalecendo tua família nesse momento difícil.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.