quarta-feira, 21 de novembro de 2012

LIBERTA DESSE VÍCIO.

Fiz essa montagem apenas pra exemplificar.
 
Ontem a tarde fui dar uma volta no centro pra olhar as vitrines e ver como estão as decorações de natal,enquanto passava pelas lojas ia pegando os jornais das promoções.(eu peguei porque estava procurando figuras natalinas.) ao chegar em casa,sentei no sofá e fiquei folhando os encartes...
Fiquei feliz ao constatar que não precisava de nada do que havia ali...graças à Deus!
Nessa época de fim de ano o que mais se vê são pessoas correndo feito loucas pra comprar os presentes de natal,lojas lotadas,anúncios tipo "compre agora e pague só no ano que vem!"
Será que realmente essas pessoas necessitam daquilo tudo? Entram o novo ano cheias de contas pra pagar e aquilo vira uma bola de neve,pois logo vem as despesas com material escolar, a Páscoa,etc...
Hoje no livro que estou lendo,dizia assim:
 
"...muitos se comportam diante de Deus como consumidores à procura de um produto novo.Querem algo mais e pensam que podem comprá-lo - e nunca estão satisfeitos! Não se dão conta de que  o verdadeiro valor da vida só pode ser encontrado na presença de Deus,em adoração verdadeira...
Infelizmente vivemos numa sociedade consumista,mas produtos não  nos fazem felizes e nem nos levam à presença de Deus.Só podemos chegar a ele e dele receber bênçãos quando o adoramos em espírito e em verdade."
 
Conheço pessoas que já não tem lugar dentro do roupeiro e ao invés de tirar algumas roupas pra doar,vão nas lojas e compram um roupeiro maior pra guardar mais coisas.Não podem ver a palavra promoção ,como se realmente aquilo fizesse falta pra elas.
O que realmente nos traz felicidade é viver em paz,poder deitar a cabeça no travesseiro e saber que não deve nada pra ninguém,estar satisfeito com o que tem e principalmente não colocar sua alegria em bens materiais. Dou graças à Deus porque fui liberta desse vício.
Antes quando eu trabalhava(e era solteira) não via a cor do meu salário...muitas vezes ficava apenas com o vale-transporte.(por um lado até que não agi errado,pois quando fui morar sozinha tinha tudo pra dentro de casa) minhas colegas de trabalho gastavam o salário em roupas e calçados pra saírem pras "baladas",eu sempre fui muito caseira e gastava mais com utensílios pra casa do que com roupas.
Não sei se esse consumismo todo é uma doença ou uma carência,pois quanto mais compram mais insatisfeitas elas ficam.Pode até dar um certo prazer sair das lojas cheia de sacolas mas depois vem a tristeza por ter gasto além do que devia.
É bom dar e receber presentes mas, que isso não venha nos trazer dor de cabeça ou problemas financeiros. O natal não é feito de presentes mas de paz,amor e união das famílias.
Pense nisso!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.