domingo, 8 de julho de 2012

ATÉ PARECIA PEGADINHA.

Olá minhas amigas e amigos!
Fiquei um tempo fora do ar,estava com problemas no computador(até usei um netbook emprestado mas não me achava naquele teclado.) agora de volta tenho tanta coisa pra contar que faltaria papel...rsrsrs
Enfim saiu a venda da casa do meu pai e depois de semanas fomos assinar os papeis.
Orei ao Senhor pedindo "Paz" nessa hora,pois já haviam se passado 2 anos e não tinha falado com a *D... = "madrasta" desde então.
Naquele dia,meu filho ia soltar as 11h e eu tinha que estar no cartório as 10h.(fui na escola pra deixar a chave com ele,mas mudei de idéia, achando que estaria em casa antes disso.) quando cheguei lá,logo chegou a *D.... nos abraçamos e ficamos conversando amigavelmente.(graças à Deus!) depois chegaram meus irmãos e tudo correu perfeitamente.(minha cunhada me passou uma bolsa com R$50 mil e lá andava eu segurando a grana.rsrsr) até brinquei que ia dar uma volta e fugir com tudo.
Sobrou pra mim ir com a *D.... fazer o depósito da parte dela,meu marido foi junto,porém na hora de entrar no banco nós duas passamos e ele ficou preso na porta.(tirou chave da moto,celular,chaves do aptº e a porta continuava trancando)...resultado: eram as botinas do serviço que faziam a porta travar.Ele acabou desistindo de entrar naquele banco.
Na confusão ele acabou pedindo a minha chave do aptº pra levar pro nosso filho que estaria esperando lá no portão do condomínio.(na cabeça do meu esposo o guri ia soltar as 12h) ele foi depositar no outro banco achando que dava tempo.Nisso eu ajudei a *D.... a fazer o depósito e ela acabou me dando R$100,00.(eu não queria aceitar mas ela insistiu;disse que era para o meu filho.)
Chegando em casa,estava meu guri sentado na calçada sem a chave...e agora? Sem crédito no celular(como sempre) liguei à cobrar para o meu irmão,pedindo pra ele tentar falar com meu esposo...
Depois de algum tempo resolvi usar o dinheiro que ganhei, pra pagar nosso almoço.(fomos eu,o Samuel e minha irmã almoçar fora, bem felizes! rsrsrs) meu esposo chegou no aptº e não tinha ninguém,então resolveu ir pro serviço e tentar ligar pra mim de lá.Quando fui pagar o almoço descobri que o celular do meu marido havia ficado comigo.(por isso que meu irmão não conseguia falar com ele) meu marido tentando falar comigo,achando que havia perdido o celular no banco...que confusão! rsrsr
O Samuel só dizia: "Esse dia até parece pegadinha!" rsrsr
Lá pelas 14h atendi o celular e meu marido furioso sem saber onde eu andava...feliz disse que fomos almoçar fora e agora estava passeando (rsrsrs) como o trânsito estava ruim,meu esposo desistiu de me encontrar pra dar a minha chave (que estava com ele) passei a tarde vendo show de música no calçadão,tomamos sorvete,comprei um tênis com o restante do dinheiro.(e ainda tirei o dízimo...glória à Deus!) a moça da limpeza abriu o portão pra mim,então fiquei brincando com meu filho na escada do prédio... só consegui entrar no aptº as 18h quando meu esposo chegou do serviço.
Moral da história:
"Os planos de Deus são infinitamente melhores que os nossos!"
Passei um dia bem diferente,almocei as custas de alguém que por muitos anos tive que suportar,por amor ao meu pai.Graças à Deus tudo terminou bem!

2 comentários:

  1. Como o tempo faz remexer nos sentimentos, muitas vezes é preciso 'deixar passar' para que Deus nos mostre que ainda há como cicatrizar feridas.

    Feliz por ti, amiga, aliás por todos.

    beijos, Maria Marçal - Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
  2. Olá Maria!
    Pois é menina,nada como deixar o tempo passar pra ver que Deus está no controle de tudo.Não guardo mágoa de ninguém,Deus nos manda orar pelos nossos inimigos.Desejo de coração que ela seja feliz no canto dela e cada um segue seu caminho.
    Obrigada por comentar.
    Beijos!
    Elisa

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.