terça-feira, 26 de outubro de 2010

PONTO A PONTO VOU GUARDANDO AS LEMBRANÇAS.

Hoje cedo,ainda deitada na cama,fiquei pensando nas coisas que tinha pra fazer:Tomar café,levar o Samuel na escola,colocar roupas na máquina de lavar,arrumar a casa,etc...Quando abri a janela o dia estava cinzento,tristonho...acabei fazendo só as duas primeiras coisas que citei.
Ontem tirando algumas coisas do roupeiro pra guardar nas caixas,encontrei uma colcha de crochê feita pela minha mãe,acabei abraçando apertada aquele trabalho tão lindo feito por suas mãos e chorei de saudades.(lembro que ela fez uma colcha pra cada filho e eu demorei pra decidir o modelo na revista...acabou morrendo sem fazer a minha colcha!) essa que tenho era da minha irmã;depois que separou do marido,me deu porque era de casal.
Minha mãe era daquelas mulheres "prendadas",sabia costurar,bordar,fazer tricô e crochê e outros trabalhos que nem lembro o nome,mas nunca teve tempo de ensinar pras filhas.(eu e minha irmã) eu até fazia,mas não tão bem quanto ela.Tenho guardado com carinho alguns desses trabalhos,ela fez o enxoval dos primeiros netos.(a Bianca e o Muka,ela não conheceu) mas sei que seria louca por eles,assim como era pelos outros.(a bisneta então,ia amar!) sábado passado sonhei com meu pai,estava tão bonito,com a aparência de alguns meses atrás,antes de ficar doente.Parecia tão real,me ofereceu balas de banana,como sempre fazia, quando ia na casa dele.(não acredito que mortos falem com os vivos.)
Não sei se estou com saudades ou estou um pouco carente,mas cada coisa que vou guardando nas caixas tem uma história,traz uma lembrança boa do passado...Como numa colcha de crochê, ponto a ponto vou guardando as lembranças!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.