quarta-feira, 23 de setembro de 2009

DEUS ABENÇOE QUEM TRABALHA NA ÁREA DA SAÚDE.

Gente como sou fraca pra sangue!...(Ver sangue.)
Louvo à Deus pelas pessoas que cuidam de nossa saúde, que resgatam vidas...Parabéns!
Ontem esperando meu marido voltar da aula, fiquei assistindo esse programa "E24"que mostram o dia-à-dia dos paramédicos que prestam socorro em São Paulo/Rio (Sei lá!)
Misericórdia!
Passei mal só em olhar as cenas, imaginem lidar com aquilo diariamente...
Eu não posso ver meu filho chorando de dor que eu choro junto; se eu pudesse até transferiria sua dor pra mim, mas fico feito barata tonta sem saber o que fazer quando vejo sangue.(Um horror!)
Vou contar algumas experiências que tive com sangue, só pra vocês terem um ideia.
*******************************************************************************
Quando eu nasci minha mãe não furou minhas orelhas,então aos 13 anos quis colocar brincos e fui procurar uma enfermeira amiga nossa(Irmã Dorvalina) ela pegou uma agulha,uma rolha e quando furou a orelha,fez tanta força que atravessou orelha,rolha e furou o dedo dela...
Ela riu e disse:"OLHA ATÉ FUREI MEU DEDO!" quando vi seu sangue no dedo,simplesmente desmaiei. (hehehe) só lembro de acordar deitada num sofá na sala dela! Que fiasco!
*******************************************************************************
Tudo na minha vida foi tarde demais...hehehe
Fui aprender a andar de bicicleta quando tinha uns 15 anos,levei cada tombo feio.
Um dia estava tentando andar dentro do nosso pátio, e quando perdi o equilíbrio me segurei na janela do quarto dos meus pais, justamente onde dobram as folhas da veneziana, apertando meu dedo mindinho.Resultado: Quando olhei a unha estava com sangue na volta, então fui no banheiro lavar o dedo...Só lembro de acordar no chão do banheiro.(A torneira correndo água!) dai percebi que havia desmaiado e quase bati com a cabeça no vaso. hehehe
*******************************************************************************
Quando meu filho bateu o rosto na mesa de cabeceira(Você pode ler em "Artes do meu filho") eu vi o osso entre o sangue próximo ao olho esquerdo dele e não desmaiei sei lá eu porque...
Fomos para o Pronto-socorro e eu fiquei do lado de fora só ouvindo os gritos do meu filho.(Chorando de pena!)
Na hora que entrei na sala, ele já estava com o curativo...Foi o suficiente pra eu ficar bamba das pernas! O enfermeiro correu pra me segurar antes que eu caísse no chão.(Como sou fresca!)
*******************************************************************************
Senhor nem sei como posso ser mãe sendo tão molenga desse jeito!
Deus abençoe quem trabalha na área da saúde! Vocês são os "anjos" aqui na terra.

Um comentário:

  1. minha amiga, que pavor de sangue é esse em?
    + uma coisinha que vc não sabe sobre mim...
    sou formada em enfermagem há 5 anos e adooooorooooo isso!
    mulher até o cheiro de hospital eu gosto...
    + pra falar a verdade, antes de pensar em fazer enfermagem, eu odiava ver sangue, não passava mal, + não gostava...
    agora... amo mtooooooo...
    xeruuuuuuuuu no teu coração!
    fica com Deus!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.