segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Foi no meu filho mas eu que chorei...

Criança pequena tem que estar de olho sempre...
Na tarde do dia 17/09/05,meu esposo havia acabado de chegar do serviço. Enquanto eu preparava nosso café,ele e nosso filho foram brincar de "luta" em cima da cama.
Poucos minutos depois,só ouvi um estrondo e meu filho gritando,achei que tinha caído da cama,mas quando meu esposo saiu do nosso quarto com ele no colo,tive um susto...Seu rosto estava cheio de sangue e parecia que tinha furado a vista esquerda.
Meu marido contou que estavam brincando quando meu filho se jogou de barriga na cama,porém a mão dele escorregou e ele acabou batendo com o rosto na quina do criado-mudo.
Dava pra ver o osso no meio do sangue,fiquei tão perdida que não sabia pra quem ligar. Não sabia se era grave o bastante pra chamar uma ambulância,acabei ligando para um táxi,o rapaz passou sinal vermelho,a polícia fez sinal pra parar,mas ele indicou que era grave.
Chegando no Pronto-Socorro,levaram meu filho pra uma sala e eu não quis entrar.(Sou fraca pra sangue!) fiquei chorando preocupada com a vista dele.Graças à Deus nem chegou no olho,levou 8 pontos. Ele em nenhum momento chorou,ouvia seus gritos mas era pra tirar a gaze que cobria o rosto. Essa foto mostra a cicatriz que ele ficou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém que ama a família,os amigos e vou ver as promessas de Deus se cumprir em minha vida.